ahhh, se Karl Marx soubesse…


ou “Quase 100 anos de imbecilidade!”

Sangue-Comunista

Nos últimos meses tenho feito uma higienização das minhas redes sociais, desfazendo “amizades”, bloqueando pessoas com as quais eu convivo na vida real (e que me irritam bastante) e deixando de curtir páginas de ideologias com as quais não concordo, mas que seguia a título de curiosidade.

Hoje “descurti” todas as páginas de vertentes comuno-socialistas e outras ideologias atrasadas afins. O motivo? Abri o facebook e me deparei com a comemoração pelos 98 anos da Revolução Russa!

Muito bem! 98 são quase 100! Não me contive e fui lá na postagem deixar as minhas felicitações, ipsis litteris, “Assassinato, ditatura e apoio a Hitler na 2ª Guerra Mundial. Parabéns!”. Estima-se que a tal revolução tenha matado mais de 20 milhões de pessoas, mais do que a própria guerra provocada por Hitler.

Na época, a Rússia tinha uma imensa massa de trabalhadores miseráveis, operários e camponeses, com uma carga desumana de trabalho. “O povo” – leia-se Partido Bolcheviche, que se aproveitou da baixa instrução da população e a má qualidade de vida para fazer uma lavagem cerebral em grande escala – resolveu que a culpa era do governo do czar (o nome que os russos davam ao seu monarca) Nicolau II.

E, em busca de uma liderança menos violenta, os bolcheviques (e não “o povo”) capturaram o czar Nicolau II e o assassinaram, junto com toda a sua família e alguns amigos fieis. Execução não, assassinato. Covarde, com, ódio, tiros na cabeça e até golpes no crânio, trocaram uma monarquia por uma ditadura. Parabéns! Mil vezes parabéns, com todas as exclamações do mundo!

Não bastasse, pegaram “O Capital” – que nada mais é do que o devaneio de um filósofo burguês com a consciência pesada – e adaptaram (tentaram) para a realidade da época, em nome “de um mundo melhor”. O socialismo é aplicável, sem dúvida, para formigas. Gostem os comunistas ou não, os humanos não são formigas, são mamíferos. Mamíferos competem e só os melhores sobrevivem.

O que eu acho mais interessante de tudo isso é a alucinação de “mundo melhor”. Vamos enumerar as “conquistas” da Revolução Russa?

1 – A imersão em décadas de um regime ditatorial sanguinário (ditadura é ditadura, de direita, de esquerda, tanto faz) com a invasão e dominação para exploração de uma série de países vizinhos, ao melhor estilo colonial-mercantilista. Na década de 1990, quando finalmente essa caríssima estrutura (sustentada com o dinheiro do povo, como sempre e como em qualquer lugar) caiu, a Rússia continuava, assim como em 1917, com uma imensa massa de trabalhadores mal pagos, reprimidos e explorados pelo Estado. Como bônus, ficou uma máquina pública falida pela corrupção desenfreada (outro legado que persiste até hoje) e pessoas absolutamente incapazes de reagir economicamente, incapazes de entender que, quanto melhor a qualidade do seu trabalho, maior seria a remuneração. Parabéns! Grande conquista!

2 – A proliferação mundo afora do socialismo, que se frutificou em várias outras ditaturas sanguinárias, algumas inclusive, em vigor até hoje, como China, Cuba e Coreia do Norte, entre outras. Hoje (com exceção de Cuba) são nações com poderio militar temível e prontas para, frente à mínima provocação, deflagrar uma guerra de grandes proporções a qualquer momento. Fora isso, ainda há a ameaça da instalação de ditaduras de esquerda em uma série de outros países como na Venezuela e, sim, inclusive no Brasil. Aliás, o Brasil se finge de capitalista. Não existe nada mais comunista que tirar de quem produz para dar a quem não produz nada (Bolsa Família) e dar o mesmo tratamento tanto aos brilhantes quanto aos medíocres (aprovação automática nas escolas). Parabéns! Grande conquista!

3 – Não bastasse as duas “conquistas” listadas acima, a União Soviética ainda ajudou Hitler em sua primeira grande empreitada na 2ª Guerra Mundial, a invasão da Polônia. Não fosse isso, fatalmente a Alemanha não teria ido tão longe e o número de mortos no conflito seria consideravelmente menor. Depois de dominada a Polônia, com o território dividido entre as duas nações vermelhas, a União Soviética executou sumariamente milhares de poloneses, militares e civis, e passou a sonhar com a dominação do mundo ao lado da Alemanha. Exatamente! Se Hitler não fosse um verdadeiro demente patético e psicótico, perceberia que ele e Stalin eram iguais. Não fosse essa peculiaridade do Führer, ele e Stalin, cada um com seu bigode ridículo, teriam dominado o mundo. Parabéns!!!

4 – A União Soviética ajudou a derrubar Hitler não por não concordar com o massacre de inocentes e com a invasão de outras nações, mas simplesmente porque foram invadidos também, para a surpresa de Stalin, afinal, bigodes, cores e posturas eram idênticas. Em contrapartida, depois da queda de Berlin, os comunistas deram início ao seu próprio plano de dominação mundial. Mas sem a coragem dos nazistas, de pegar em armas e ir às frentes de batalha. Em vez disso, covardemente escondidos sob sua cortina de ferro, contaminaram uma série de mentes fracas mundo afora, jogando os povos contra eles próprios, fazendo eclodir incontáveis guerras civis, brutais e sanguinárias em vários outros países. Parabéns!

Parabéns? A Revolução Russa foi a maior das tragédias políticas e sociais da história da humanidade, da qual lutamos para nos livrar até hoje. E duvido que, em algum momento, vamos conseguir. Vamos comemorar?