Dia Mundial do Rock – A origem: o rock em defesa da vida


Hoje é Dia Mundial do Rock. E os roqueiros sabem por quê?

 

Não é uma celebração muito antiga. Ela começou com um evento em 1986, o Live Aid, organizado por Bob Geldof, vocalista da banda The Boomtown Rats (1975 – 1984) que não tem lá tanta expressão, musicalmente falando, mas que depois viria a ser um dos principais grupos no ativismo anti-miséria no mundo.

No dia 13 de julho de 1985, Bob Geldof organizou um show simultâneo em Londres e na Filadélfia, para chamar a atenção do mundo para a fome na Etiópia. No palco, nos dois países, estavam gente como The Who, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, Joan Baez, David Bowie, BB King, Scorpions, U2, Paul McCartney, Phil Collins, Eric Clapton e Black Sabbath.

Foi transmitido ao vivo pela BBC para diversos países e abriu os olhos do mundo para a miséria no continente africano. Desde então, o dia 13 de julho passou a ser conhecido como Dia Mundial do Rock.

Abaixo, galeria de fotos do evento, pescadas de última hora na internet.

 

Artistas no Live Aid 1985… consigo identificar o Paul no microfone, Freddye Mercury ao lado dele

 

Madonna no palco… show garantido

 

Tina Turner e Mick Jagger…

 

Freddie Mercury no palco, em uma foto melhorzinha

 

por fim, Bob Geldof, patrono e anfitrião do evento