Vale vaga na Libertadores 2013! Palmeiras e Coritiba começam a decidir a Copa do Brasil


Hoje, a partir das 21h50 na Arena Barueri, em São Paulo, Palmeiras e Coritiba começam a decidir a Copa do Brasil 2012. O campeão tem direito a uma vaga na Taça Libertadores da América de 2013.

O último duelo alviverde pela Copa do Brasil não deixou boas recordações para o time dirigido por Luis Felipe Scolari. O Coxa venceu por nada menos que 6×0 no jogo de ida, em Curitiba. No jogo de volta, o placar de 3×1 para o Palmeiras soou como uma vitória amarga, com gosto de desclassificação. Em 2011, o time paranaense chegaria à final da competição, quando foi derrotado pelo Vasco da Gama.

Para o duelo deste ano, as más notícias já começaram para o lado do alviverde do Palestra Itália. O principal atacante e artilheiro do time na temporada, o argentino Barcos, foi operado hoje, às pressas, vítima de uma apendicite. Está fora dos dois confrontos da final e não tem previsão de alta.

Fora isso, Felipão ainda parece em dúvida quanto a melhor formação tática para a equipe. Há tempos ele abandou o 4-3-1-2 e tem usado hora o 3-4-1-2, hora o 4-2-2-2 (sistema aliás, que foi usado na vitória por 3×1 contra o Figueirense pelo Brasileirão).

Para a partida de logo mais, sem o zagueiro Henrique, suspenso, a tendência é que ele use a primeira formação, com o trio de volantes. Felipão ainda tem que pensar como vai substituir Barcos. Se optar por manter o time com uma referência no ataque, vai ter que escalar Betinho, contratado por três meses junto ao São Caetano, uma das contratações palmeirenses que ninguém ainda entendeu muito bem.

Se preferir jogadores mais acostumados com o gramado e com a torcida, ele escala dois atacantes de velocidade, Maikon Leite e Mazinho. Segundo a crônica esportiva, essa é a formação mais provável.

Sem Henrique, mas com a volta do pé calibrado de Marcos Assunção, é pouco provável que Felipão abra mão de um trio de volantes. Assim, deve escalar Márcio Araújo e João Vitor ao lado do experiente jogador.

As outras dúvidas são as de sempre. Começa com Cicinho ou Artur na lateral direita? O segundo parece inspirar mais confiança. Na armação, Valdívia ou Daniel Carvalho? O segundo tem começado jogando por mais vezes, mas o chileno conta com o carinho da torcida e da comissão técnica.

 

O Coritiba não conta com nenhum atacante, fora Everton Costa, que deve começar jogando. Marcel e Roberto estão machucados, assim como Keirrison. Airton, um dos destaques do time nos últimos jogos, também é desfalque. Praticamente escalado, o time vai a campo com o mesmo sistema que vem usando, o 4-2-3-1.

Mesmo assim, o time do técnico Marcelo Oliveira é considerado pela crônica esportiva como favorito para a conquista do título. Contam a favor do time paranaense o espírito de grupo e as poucas mudanças no elenco, em relação à temporada 2011. A força do grupo já foi demonstrada recentemente, quando o Coxa reverteu a situação desfavorável nas semifinais contra o São Paulo. Depois de perder por 1×0 no Morumbi, venceu por 2×0 no Couto Pereira e garantiu a vaga na decisão.