O homem da guitarra de fogo


 

James Marshall Hendrix nasceu em Seatle, no dia 27 de novembro de 1942. Em 1970, já sob o pseudônimo de Jimi, foi a principal atração do lendário Festival de Woodstock e é citado por milhares de músicos como o maior guitarrista da história do rock. Morreu em Londres, no dia 18 de setembro de 1970, aos 27 anos. Praticamente reinventou o jeito de tocar guitarra, aprimorando o uso da alavanca e dos pedais, além de estabelecer a figura do guitarrista como o mais importante personagem de uma banda de rock, padrão que durou bastante tempo.

A infância conturbada – a mãe morreu quando tinha 16 anos e Jimi era responsável pelo irmão mais novo – o levou a ter um carinho especial pela avó, de sangue cherokee. Em 1965, se apresentando por uma das tantas bandas que defendeu na juventude, chamou a atenção de Little Richard, um dos pioneiros do rock. Apesar da boa química, a dupla não deu certo, mas a parceria rendeu a Hendrix um contrato com a gravadora Colúmbia. Nesse momento, deixava de ser coadjuvante para se tornar o criador de solos imprevisíveis e um estilo inédito de tocar.

Seu primeiro LP, “Are You Experienced”, de 1967 é um clássico do rock de todos os tempos. No auge de sua carreira e após a inesquecível performance em Woodstock, entrou em coma em um quarto de hotel, em Londres. Morreu a caminho do hospital, sufocado por seu próprio vômito.