Em homenagem a todas as mães… à minha, principalmente


poema de minha humilde autoria… e na imagem, dramatizada, é claro, Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Lençóis Paulista

 

 

O nome de Deus

 

A palavra “mãe”

É o nome de Deus

Na boca de uma criança

A segurança na

Aventura de um jovem

O consolo na desilusão

Do adulto

 

É a dor nas chagas de Cristo

No corpo da Virgem

É a dor das chagas do mundo

Em todas as faces de Maria

 

É o retrato da fé

Na heresia do dia-a-dia

É a responsabilidade

Precoce ou tardia

 

O sol baixo que antes ardia

O oriente, o norte

Que vento nenhum desvia

É a resposta que antes

Ninguém sabia

 

É a lágrima que rola

No semblante do ditador

Olhos raros, rasos

A versão humana do amor